Copa do mundo: uma partida decisiva entre futebol e vendas

Copa do mundo: uma partida decisiva entre futebol e vendas

Copa do Mundo

A copa do mundo não vai ser no Brasil desta vez.

Mas as suas vendas serão.

A pouco menos de 10 dias do maior torneio de futebol mundial não são em todos os lugares que realmente encontramos pessoas animadas com a copa.

Segundo pesquisa DataFolha de 2018, realizada de 29 a 30 de janeiro de 2018, as pessoas têm perdido interesse pelo futebol.

41% das entrevistadas segundo relatório se declararam totalmente desinteressadas.

Quando analisadas por faixa etária, 35% dos jovens entre 14 e 24 anos não tem interesse também pelo esporte.

O Datafolha entrevistou 2.826 pessoas em 174 municípios.

Outra pesquisa de opinião feita pelo Instituto Paraná Pesquisas, no mês de abril de 2018, mostrou que 65% dos entrevistados não mostrava interesse pela Copa do Mundo especificamente no período de abril.

Nessa pesquisa foram entrevistados  2.948 brasileiros em 185 municípios das 27 unidades da federação entre os dias 24 e 25 de abril.

E os resultados foram os seguintes:

28,3% disseram não estar nada interessados no mundial

37,5% disseram ter pouco interesse

A soma de desinteressado

s atinge 65,8%.

Como, então, vender mais em tempos em que o interesse por futebol e pela copa vem perdendo o protagonismo de anos atrás?

Desinteresse na Copa do Mundo, desafios nas vendas

copa do mundo

créditos: pixabay

Podemos apontar alguns possíveis motivos para o aumento de desinteresse?

Além do 7×1 que fez muitas pessoas chorarem na arquibancada há 4 anos, vendo a goleada em cima do Brasil, nos últimos anos não tem sido fácil.

  1. Tivemos uma crise econômica que destruiu setores, quebrou empresas e demitiu uma massa de funcionários como há muito tempo tempo não se via
  2. Na política, um impeachment e o julgamento de um dos maiores escândalos de corrupção do país veio à tona
  3. O Brasil caiu 17 posições no índice calculado pela ONU que mede corrupção do setor público, o IPC.
  4. O investimento estrangeiro no país caiu mais de 50% em abril quando comparado com o mesmo período em 2017.
  5. Ex-líderes políticos em que o povo já confiou fielmente foram acusados, culpados e presos.
  6. Greves estouraram pelo país, a mais recente, a Greve dos Caminhoneiros parou cidades por dias, ao travar o abastecimento alimentício e de combustível.

Sendo assim será que há espaço para motivar pessoas pelo espírito da copa e vender mais nas vésperas da seleção de Tite entrar em campo?

Vendas na Copa do Mundo, o drible:

Diante disso tudo, o que não dá é ficar parado.

É hora do drible.

Lembrando que driblar não significa apagar os problemas que invadem constantemente o nosso dia a dia.

Mas quero que saiba, vendedor, que há formas de otimizar as vendas apesar dos índices apontaram para um enfraquecimento do espírito motivador do torneio.

Olha só com quem você vai poder contar:

1. Posicionamento

Imagem relacionada

Esse é o momento de você se posicionar no seu negócio, junto com os seus vendedores.

Você acha que seu público não é muito engajado com a Copa do Mundo?

Invista em campanhas que os interessem mais que aquelas verde e amarelas. Sai do mesmo.

Agora se você acha que o seus clientes vão se identificar realmente com o período, esteja com ele.

Faça:

  • intervenções pré jogos como bonificações por tempo limitado, bônus exclusivos para os dias de jogos
  • promova produtos e serviços que você gostaria de destacar nessa época.
  • aproveite as falhas para se diferenciar na sua propaganda: “se já tivemos um 7×1, chegou a hora de suas vendas serem 7×1 em cima da concorrência”

Tenha um posicionamento diante do seu público, afinal, é com ele seu MAIOR compromisso.

2. Comércio

Resultado de imagem para comercio copa

Não desanime.

As vendas de adereços verde e amarelo estão tímidas, mas isso não significa que com o seu comércio isso será assim.

Além do mais, o comércio é o maior beneficiado pelos jogos da copa.

Bares, restaurantes recebem brasileiros e turistas para assistir aos jogos, com 90 minutos por cliente, há boas chances do consumo decolar.

Como as pessoas se reúnem mais, tendem a consumir mais, afinal, as reuniões entre amigos pedem um consumo mais largo e à vontade.

3. Internet

Imagem relacionada

Na copa de 2014, houve 280 milhões de espectadores assistindo aos jogos pela internet.

Você tem um e-commerce?

É uma boa chance de investir em anúncios e prospectar ainda mais, afinal, o público está sintonizado com as notícias e novidades online.

Esteja você também conectado e mantenha suas redes atualizadas.

Se investir na criação de conteúdo sobre os jogos ou sobre as curiosidades que surgem durante o torneio, diferencie-se com agilidade no conteúdo.

Expresse a opinião da sua marca ou empresa e deixe seus clientes por dentro de informações claras e transparentes a respeito do que você vende de verdade.

Toda boa venda, tem uma história.

Então, mesmo que você vendedor não esteja plenamente empolgado com o futebol – assim como as pesquisas apontaram – lembre-se que toda copa tem seu diferencial.

E que pode ser uma boa oportunidade para você fazer história com suas vendas também.

Fala aqui para gente como você tem se preparado para este período e como está a sua empolgação, vendedor.

O que fará de diferente este ano?

Sucesso e ótimas vendas,

 

 

 

Fonte: Pesquisa DataFolha e Instituto Paraná Pesquisas (links no texto) 

Imagem abre: Getty Images

Imagens corpo do texto: Reprodução 

Leia Mais

Experiência em vendas, é importante?

Fala, meu amigo vendedor e minha amiga vendedora

Eu começo dizendo para você que a resposta da pergunta aí em cima é SIM. Mas só experiência em vendas serve, Thiago? Não!

Experiência precisa ser desenvolvida, estudada e aplicada, do contrário, esqueça. Você, vendedor, deve adaptar sua experiência para a realidade de hoje.

Não adianta grandes experiências em modelos e sistemas antigos.

Os compradores mudaram sua performance e porque não, os vendedores também não mudarem a sua? Quer um exemplo de grandes empresas que passaram a acompanhar a mudança de seus compradores e, por isso, se tornaram gigantes de vendas? Eu te falo:

  1. A maior empresa fotográfica hoje não vende câmeras. Sabe como se chama? Instagram.
  2. A maior companhia de táxi do mundo, não possui veículo. Estou falando do Uber.
  3. O maior provedor de hospedagem não possui imóveis. Conhece o Airbnb?
  4. A maior rede de televisão, não possui nenhum cabo sequer. É a Netflix.
  5. O maior provedor de mídia do mundo, não cria conteúdo e garanto que você o usa demais. To falando do Facebook.

Não sabe como acompanhar essas mudanças, vendedor?

Eu te explico tudo, no vídeo a seguir.

 

Sucesso e ótimas vendas,

Thiago Concer

 

Thiago Concer é o palestrante de vendas mais contratado do Brasil por dois anos consecutivos: 2015 e 2016. É Bacharel em Relações Públicas com estudos em Comunicação pela Universidade de Salamanca, na Espanha. Possui estudos pela Academia Européia de Negócios em Madri (Espanha), extensão em Formação Executiva em Marketing de Varejo, extensão em Gestão de Vendas e é Pós-Graduado em Gestão de Comunicação e Marketing pela USP/ São Paulo. Foi vendedor porta a porta, gerente de marketing e gerente comercial, aliada à habilidade de comunicação única e estudos aprofundados em técnicas e comportamento dos vendedores, transformam seus cursos e palestras em um dos mais requisitados do Brasil. Indicado para equipes comerciais e gestores de venda! É o palestrante de VENDAS que vai te ajudar a melhorar seu negócio.

Leia Mais