Vendedor “porta a porta”: 3 estratégias simples para atrair a atenção do cliente

vendedor "porta a porta"

O que você vai encontrar nesse texto para vendedor porta a porta conseguir atrair a atenção do cliente:

 

 

 

Quem decidiu mergulhar de cabeça no mundo das vendas diretas, no caso vendedor “porta a porta”, provavelmente deve ter ficado impressionado com os números desse mercado que vem crescendo. Estou mentindo? Mas aposto que se você chegou até esse texto percebeu que nem sempre essa venda é tão fácil quanto parece.

Essas objeções de vendas “porta a porta” ocorrem por dois motivos específicos. As pessoas possuem uma agenda muito apertada e não vão abandonar seus compromissos para dar atenção a um produto que ela nem deseja e o outro motivo é que as pessoas estão cada vez mais receosas e com o pé atrás por conta da violência, portanto, não abrem a porta para qualquer um. Ou seja, isso se torna uma enorme barreira para que o vendedor possa fazer o seu serviço corretamente.

Dessa forma, nesse texto você vai encontrar 3 estratégias SIMPLES e eficazes para você, vendedor porta a porta, atrair a atenção do cliente, sem ser considerado invasivo ou irritante, e fechar a venda com essa pessoa.

3 estratégias para vendedor porta a porta

Se você está seguindo estratégias de pessoas que vendem por telefone, com ajuda de Marketing Digital ou até mesmo dentro de um estabelecimento pessoal, esqueça tudo que aprendeu e comece do zero. E quando eu digo do zero é realmente do zero. Cada mercado exige suas próprias técnicas e, enquanto você aplicar as técnicas erradas, você ficará patinando sem sair do lugar. Portanto, anote tudo que eu vou te falar nesse texto:

1. Não deixe a objeção te derrubar

Assim como você, as outras pessoas possuem uma agenda apertada e quando elas dizem “Nossa, eu to super atrasada, não consigo te dar atenção agora” pode ser que elas realmente não tenham interesse no seu produto  e essa é a primeira desculpa que arrumaram  ou somente estão sem tempo para tomar qualquer decisão de compra. E você só vai saber isso se testar.

Então, vamos direto ao pote de ouro: faça uma contraproposta. “Fica tranquilo cara, eu compreendo. Vamos fazer o seguinte, eu posso te ligar hoje ainda às 16h ou amanhã às 9h20, o que fica melhor para você? Porque, assim, eu já deixo travado na minha agenda.”

Pronto, agora você sabe o que dizer quando seu cliente diz que tá com pressa ou tá atrasado, e como conseguir um compromisso com ele. Bacana, né?

2. Analise os horários do seu cliente

A grande dificuldade das vendas diretas para quem está começando nesse nicho, especialmente de forma independente, é a falta de informações sobre o cliente. Porque, nesse caso, não tem ninguém vindo atrás do seu produto. Você é quem vai bater na porta da pessoa na intenção de que ela tenha a dor que o seu produto soluciona.

Então, as chances de você errar é muito grande. Muitas coisas são incertas. No entanto, se olharmos pelo lado positivo, há uma brecha muito maior para testes do que em qualquer outra empresa com estratégias bem definidas. Alguém comprou com você? Quem é essa pessoa? O que ela faz? Quais são os horários dela? O que a convenceu de comprar com você?

Se você faz um estudo sobre o seu público, sabe onde deve ir para fechar uma venda, conhece os horários e quando encontrar essa pessoa em casa, você não gasta munição com PCI errado. E esse estudo precisa ser feito repetidamente. Porque o mercado muda de forma constante e os desejos dos clientes também.

3. Abordagem é a chave de tudo

E eu não estou nem falando do sorriso no rosto, que é algo essencial. Essa estratégia é ainda mais ENRIQUECEDORA para quem está ali, de porta em porta, oferecendo seu produto: não ofereça para todo mundo.

Por dois motivos aparentes: primeiro que, quando você seleciona os prospects, você consegue oferecer como se fosse algo exclusivo e segundo que nem todo mundo está interessado no seu produto.

Se você for o dono do seu próprio negócio ou é inventor do produto, possivelmente vai achar um absurdo o que eu estou dizendo agora. E eu vou o porquê estou certo.

O comércio de bala é um grande exemplo disso. O dono de uma empresa que vende bala, possivelmente acredita que todo mundo seja o seu potencial cliente. Isso porque se esquece que existem pessoas que são dentistas e se preocupam com a saúde bucal e pessoas que simplesmente optam por seguir uma vida saudável e com uma alimentação natural.

Que fique claro: se tiverem 10 pessoas na rua, ofereça somente para metade delas. Especialmente porque se as outras cinco estiverem interessadas no seu produto, elas vão demonstrar interesse.

Como funciona o modelo porta a porta?

“Porta a porta” vem para referenciar que a venda é ativa e não passiva. Ou seja, o cliente não entra na sua loja para perguntar o preço do seu produto ou te contar a dor dele. É você quem precisa ir até ele, no conforto de sua casa, e fazer uma oferta irresistível.

Em uma breve explicação, o vendedor porta a porta é aquela pessoa que passa na sua casa oferecendo algo. Seja utensílios ou alimentos caseiros. Eles sequer sabem metricamente se estão atingindo o PCI ou gastando munição de forma errada. Aposto que, durante toda sua vida, você já deve ter se deparado com esse tipo de vendedor, certo?

Como não ser o vendedor irritante

Não insista. É claro que você não pode levar o NÃO para casa, como se nada tivesse acontecido. Aconteceu sim e você deve se posicionar perante a isso, mas de forma que não seja considerado o vendedor irritante e inconveniente.

E vou deixar claro! Se você chegar com o discurso de que “Você tem um minutinho para conhecer o meu produto?”, a pessoa nunca vai ter esse tempo. Porque ela nem sabe qual é o seu produto e sempre acha que isso é um golpe. Mesmo que você utilize gatilhos mentais.

Portanto, siga outro caminho. Comece puxando assunto, questionando de forma pontual as dores e hábitos dessa pessoa, instigando para que ela conte um pouco mais sobre as suas características e dê de mão beijada  todas as informações que você precisa para aplicar técnicas assertivas e que a façam dizer sim para você.

E é somente assim que você vai conseguir fechar uma venda. Porque, caso contrário, dependendo do seu grau de insistência, você faz com que o cliente perca a paciência, saia te difamando para outras pessoas e reduza drasticamente suas vendas.

BÔNUS: Como potencializar seus resultados

Existem dois tipos de pessoas que trabalham com vendas. As que desistem na primeira objeção  que recebem o mesmo tanto que o mercado e acham que isso é o suficiente e aqueles que recebem R$10 mil por mês e sabem que podem vender mais.

Meu amigo, tudo passa pela mão de um vendedor. Todas as 7 bilhões de pessoas do mundo compram pelo menos uma coisa por semana. Ou seja, são 7 bilhões de vendas por semana que você ou seu concorrente podem ter. Percebeu que existe mercado para todo mundo?

No entanto, você não tem que ver seu concorrente como inimigo ou arranjar desculpa por não conseguir vender. O que você precisa fazer é sempre se questionar: Eu estou dando o meu melhor? Conseguiria mais? E eu aposto que a resposta é SIM, porque nós podemos mais sempre.

Agora que já descobriu as 3 estratégias que são pouco faladas no mercado e que vão ajudar você, vendedor porta a porta, a ganhar muito mais dinheiro com vendas, está na hora de abrir a bagagem de conhecimento e colocar mais um aprendizado dentro dela. Aqui está o ebook sobre “6 atitudes de sucesso na visão dos vendedores”. Clique e faça o download gratuitamente desse conteúdo.

estratégia para vendedor "porta a porta"