Na última semana, vendedor, o assunto mais comentado no mundo do esporte teve como foco um craque da seleção brasileira: Neymar Jr.

Isso porque o atacante sofreu uma lesão sozinho enquanto jogava pelo Paris Saint-Germain contra o Olympique de Marselha, no dia 25 de fevereiro, na 27ª rodada do Campeonato Francês no estádio Parc des Princes, em Paris.

Era praticamente final de partida, o time da casa levava vantagem.

Até que depois de uma jogada, Neymar pisou errado e sentiu uma dor forte.

Se você não viu o momento da lesão, veja no vídeo a seguir:

Caído no campo, o jogador foi imediatamente socorrido. 

E depois da análise médica veio a notícia que a lesão se tratava de uma fratura no quinto metatarso do pé direito.

Embora não fosse algo muito grave, seria necessário uma cirurgia como melhor solução para o quadro do craque.

Se você tem acompanhado o caso, sabe que Neymar foi operado no Brasil e que a cirurgia foi um sucesso, mas você sabia que a cirurgia não era a única opção entre as soluções para tratamento?

Performance

A outra solução para o caso de Neymar seria a imobilização, com tratamento inclusive por meio do gesso.

Mas Neymar é um jogador de alto rendimento e que precisa se recuperar rapidamente sem perder a estrutura e preparo físico que o ajudam a ser tão bom em campo.

Por isso, os médicos escolheram colocar um pino e um enxerto ósseo no pé, já que o jogador não pode ficar muito tempo imobilizado.

Afinal, estamos em ano de copa do mundo e não queremos saber de 7×1 dessa vez, não é?

Neymar pode levar até três meses para se recuperar.

Mas a escolha da cirurgia, entre outros motivos, foi uma forma de manter desempenho e preparo físico.

Resultado de imagem para neymar chora de dor

O que isso tem a ver com suas vendas?

Quantas vezes na sua equipe, você já não escutou que algum vendedor não estava trabalhando mais como antes?

Ou até já suspeitou que alguma coisa poderia estar afetando a perfomance dele?

Isso é uma situação bem comum.

Mas será que entre as opções para manter ou melhorar o desempenho do seu craque de vendas, você tem optado pela certa?

Ou pela mais fácil?

De acordo com relatório “O panorama do treinamento no Brasil” edição 12, que divulga fatos, indicadores, tendências e análises sobre Treinamento e Desenvolvimento no país no ano de 2017, o investimento anual para cada colaborador, calculado durante um período de 12 meses é em média de R$ 788,00.

Porém esse valor varia de acordo com o segmento de atuação da empresa (indústria, serviços, comércio)

O relatório apontou também que essa média representa um crescimento de 21% em relação ao ano de 2016.

Um valor que ainda deixa a desejar quando comparamos com o investimento em T&D das empresas dos EUA.

Mas a notícia boa é que este indicador vem aumentando pouco a pouco, ano a ano.

No entanto, o que preocupa é que em uma análise mais detalhada sobre este indicador de investimento anual de Treinamento e Desenvolvimento, observa-se que: 

que quanto maior a empresa, menor o investimento em T&D por colaborador.

O relatóro destaca ainda que:

“companhias com mais de 5.000 colaboradores investiram em média este ano (2017) R$ 388,00 por colaborador”.

Será que ao buscar soluções para os craques de vendas que muitos gestores têm em suas empresas, eles não estariam optando por uma imobilização dos vendedores ao invés de colocar essa galera em movimento?

Para te ajudar nessa dúvida, confira 3 técnicas que podem ser úteis na hora de escolher a melhor recuperação para o vendedor da sua empresa…

… aquele que se machuca toda vez que está em jogo no campo das vendas:

1 – Pense no custo benefício

Resultado de imagem para businessman calculator

Assim como a  equipe médica de Neymar, pense sempre no custo benefício do treinamento para sua equipe. Às vezes optar pela solução mais fácil, barata e rápida pode lhe custar mais caro.

Por mais que o craque fique fora de toda temporada do PSG, sua recuperação total para a copa do Mundo é algo em que os especialistas estão apostando bastante.

Vale uma análise como:

  • Pesquise realmente os resultados de empresas que investiram no treinamento que você está pensando em contratar.
  • Os vendedores melhoraram?
  • O investimento foi alto e valeu a pena?
  • Teve descontos?
  • Faça contatos que te descrevam experiências boas ou ruins.
  • Pergunte, ligue, mande uma mensagem questionando.
  • Confira relatórios e o que os indicadores de treinamento revelam

    2 – Avalie seu segmento

    Imagem relacionada

  • Faça um diagnóstico de qual é o seu segmento chave. Se você é uma empresa de vendas de cosméticos, não faz sentido contratar um treinamento de palestrantes experientes com vendas de imóveis.
  • Estude qual é o seu nicho de mercado e contrate treinamentos que dialoguem diretamente com o seu setor de vendas.
  • Não se iluda por nomes de destaque no mercado que não tem a ver com seu foco de vendas.

    3 – Conheça o que deixa seu vendedor sem fôlego

    Resultado de imagem para equipe de vendas

Não deixe seu time sem tratamento, pois os treinamentos são uma tendencia em grandes empresas, inclusive fora do Brasil.

Segundo o estudo Report Industry 2016 Traininig – as empresas americanas têm  despesas médias com Treinamento e Desenvolvimento de acordo seu porte. Em:

  • Grandes empresas  a média é de US$ 14,3 milhões,
  • Médias empresas de US$ 1,4 milhão
  • Pequenas empresas cerca de US$ 376 mil.

Por isso, conheça as lesões dos seus vendedores:

  • Qual é a dificuldade toda vez que eles entram em campo?
  • Crie formulários online que permitam aos próprios vendedores fazerem uma análise das suas vendas
  • Pergunte a eles o que gostariam de melhorar
  • Quem gostariam de ouvir
  • Se não souber fazer isso contrate uma empresa de diagnóstico e que te encaminhe para o treinamento mais adequado

Não deixe seus melhores vendedores falharem em campo e deixarem de marcar os gols da vitória.

Sucesso e ótimas vendas

Imagens: reprodução