O cliente não abre o meu e-mail de vendas

e-mail de vendas

O e-mail nunca foi tão usado como nos dias atuais.

Se para alguns no passado, ele era apenas uma ferramenta de envio de mensagens, hoje essa impressão foi superada.

Isso porque o e-mail se tornou uma poderosíssima ferramenta de comunicação, marketing e inclusive de conversão em vendas.

E é por ele que você pode trazer para perto do seu e-commerce, blog ou site, o público que deseja impactar.

De acordo com o estudo State of Costumer Experience 2017 que contou com 200 respondentes, cerca de 49% das empresas afirmaram usar o e-mail para se comunicar com clientes.

Isso significa que quase 50% dos empreendimentos usam este canal.

 

Mas é preciso estratégia de gerenciamento dessa ferramenta valiosa. E isso vamos ver a seguir.

Segundo o E-Mail Marketing Study 2013 realizado pelo Experian Marketing Services, 99% dos entrevistados mencionou que usa alguma campanha por correio eletrônico.

No entanto, 70% do total de respondentes da pesquisa não se preocupam em personalizar as mensagens.

Além dos endereços de e-mail, 78% se preocupam em coletar o primeiro nome da pessoa, mas apenas 43% se preocupam com o país de origem, 37% com o número de telefone e 23% com o número de celular.

Outro dado interessante é que 84% dos entrevistados coletam os endereços de e-mail no check out que o usuário faz no site. Enquanto 76% coletam os e-mails na homepage da sua plataforma

O que faz então um e-mail de vendas ser tão poderoso?

Estratégias de disparo do e-mail. Mas existem duas coisas que geralmente dificultam o sucesso dos vendedores com o uso do e-mail

  • Atualização das maneiras de escrever um e-mail

É preciso acompanhar as mudanças no meio digital no que diz respeito ao gerenciamento, mas também é necessário melhorar sempre o conteúdo do seu e-mail de vendas.

Saber quais são os assuntos do momento e que interessam ao seu público é fundamental para converter uma abertura em venda.

Mas muitos vendedores pecam nisso.

Ao elaborarem um e-mail, eles não utilizam formas de se aproximar do cotidiano do cliente que lê e com isso o e-mail enviado se torna mais um do mesmo em um mar de opções que o cliente já tem.

  • Assunto do e-mail

Esse é um ponto chave na abertura do e-mail de vendas que você envia, vendedor. Porque o assunto do e-mail é o cartão de visita para o cliente conferir o que há no corpo do e-mail.

Segundo o portal Marketing de Conteúdo uma dica importante é usar números, estatísticas e percentuais relacionados ao que você vai abordar. Algo que dê destaque ao conteúdo que está propondo.

Outras dicas que o portal propõe é usar ainda:

  • perguntas como: “Você já viu a super promoção da loja (x)”
  • expressões com senso de urgência: “Último dia da queima de estoque”
  • frases curtas: “50% de desconto na loja toda”

Fuja das armadilhas

Ao mesmo tempo em que há frases que colaboram com a taxa de abertura do seu e-mail, há armadilhas que levam o seu e-mail, na verdade, para caixa de spam.

Algumas palavras chaves que parecem ser grandes aliadas, são na verdade inimigas da caixa de entrada do seu cliente e podem fazer você perder aquele “prospect” e até mesmo ser bloqueado por ele.

Evite mencionar no assunto as palavras:

  • gratuito
  • parabéns
  • isso não é spam
  • grande oferta

Corpo do e-mail

Se o assunto tem que ser direto, o corpo do e-mail precisa ser mais ainda. Faça uma lista com alguns tópicos importantes que precisa seguir. Esqueça a linguagem formal e considere incluir:

  • quem você é
  •  o que você faz
  • que problema resolve
  • como já ajudou outras pessoas com seu produto ou serviço

Finalize sempre com uma chamada para ação, ou seja, com uma ordem que vá facilitar – de alguma forma – a vida do seu cliente, e claro, uma ordem que te ajude a emplacar a venda.

Essa ordem é chamada de “call to action”  e ela direciona o seu cliente.

Se você deixa ele muito livre, sem propor uma decisão, ele, provavelmente, vai deixar o seu conteúdo passar em branco. Evite isso.

Mão na massa, mão na prática

Para te ajudar na prática como construir um e-mail com os elementos que mencionei ai em cima, incluindo um assunto direto e um corpo de e-mail com informações importantes sem esquecer da “ordem”ao seu cliente, separei um modelo para você se basear.

Quer ver só?

Clique aqui para baixar seu modelo de e-mail.

Imagens: Reprodução