Quantas vezes você observou seus funcionários desmotivados e sem perspectiva com o trabalho? Você soube identificar quais eram as circunstâncias para tal comportamento? Você sabe o quanto isso é prejudicial à sua empresa? Assim, neste artigo, meu amigo gestor e minha amiga gestora, você descobrirá a importância da motivação no ambiente trabalho.

A motivação no ambiente de trabalho é algo que vai bem além do salário. Aliás, confesso que em toda minha carreira eu nunca percebi pessoas trabalhando tão distantes do objetivo financeiro, como nos dias atuais. Hoje, os profissionais buscam valor agregado, bem-estar e, sobretudo, satisfação.

Assim, o longo deste artigo vou lhe mostrar o poder da motivação no ambiente de trabalho, o porquê é importante e como promover a motivação para manter seu time turbinado, com mais proatividade, produtividade e inovação. Preparado? Então, acompanhe a leitura abaixo!

O poder da motivação no ambiente de trabalho

Diferente de máquinas e ferramentas tecnológicas, que agem sob comandos e programações, o ser humano precisa de motivo para fazer algo, daí o conceito da palavra motivação. Alguns chamam este motivo de propósito, outros de missão, chamado ou simplesmente responsabilidade.

Mas mais importante do que saber o que é motivação no ambiente de trabalho, é entender é que em um ambiente corporativo a motivação é a peça chave que vai ativar os novos resultados e patamares que você espera alcançar. Isso porque, quando a motivação entra nos departamentos das instituições, novas realidades surgem.

Os colaboradores passam a agir de maneira diferente com mais comprometimento, disposição e lealdade. Sim, meu amigo gestor e minha amiga gestora, esses três fatores são marcas registradas em empresas onde há motivação no ambiente de trabalho.

A importância da motivação no ambiente de trabalho

A motivação no ambiente de trabalho e o reconhecimento já provaram ser determinantes no incentivo de funcionários, afinal, possibilita a cooperação espontânea entre equipes e um desempenho bem melhor nas atividades individuais.

Mesmo distante da realidade de muitas empresas nacionais e internacionais, as estratégias de motivação no ambiente de trabalho são importantes, pois auxiliam expressivamente na reformulação e otimização dos grupos de trabalho, trazendo bons resultados para os gestores, funcionários e empresa. Tudo isso em um mesmo momento.

Quando motivados, seus colaboradores passarão a enxergar sua empresa, você e também os processos de vendas de uma maneira diferente, com vontade de se manter no emprego e sentimento de pertencimento. 

Portanto, promover a motivação no ambiente de trabalho é um componente muito importante na dinâmica organizacional e uma decisão extremamente assertiva, em qualquer momento e segmento profissional.

Como promover motivação no ambiente de trabalho

Você sabia que esse tema é objeto de pesquisa para muitos estudiosos? Pois é, a motivação corporativa tem sido parte da rotina de psicólogos pesquisadores e, nesses estudos, foi possível elaborar algumas teorias das quais falarei melhor abaixo.

Conhecendo-as você terá condições de entender como, onde e quando gerar a motivação no seu time. Além disso, você poderá, também, manter essa condição na sua empresa.

Assista ao vídeo abaixo e conheça também 3 ferramentas para motivar equipes de vendas:

1. Teoria dos 2 fatores

Associada ao psicólogo Frederick Herzberg, a teoria dos dois fatores é baseada na motivação por meio de duas vias paralelas: fator higiênico e fator motivacional.

Segundo Herzberg, no fator higiênico, o colaborador é incentivado por condições estruturais da empresa, como: local de trabalho, horário do expediente, salário, benefícios, distância de casa, equipamentos, etc. Já no fator motivacional, estão destacados os incentivos por meio de elogios, reconhecimentos, promoções, plano de metas sobre resultados etc.

Portanto, podemos perceber que, de acordo com a teoria, primeiro o gestor oferece condições para o trabalho, que é o mínimo esperado e, posteriormente, ele realiza ações que realmente agregam valor ao dia a dia profissional.

Dessa forma, observamos a necessidade de garantir condições reais para trabalhar, e é necessário esclarecer que isso não motiva as pessoas, apenas evita que fiquem desmotivadas. Em seguida, ofereça os aspectos que motivam verdadeiramente os profissionais.

2. Teoria das necessidades adquiridas

David McClelland descobriu, em seus estudos, que para terem motivação no ambiente de trabalho, os profissionais possuem três necessidades básicas que, ao serem supridas, promovem um sentimento de satisfação no ambiente de trabalho. Conheça-os:

  • Realização: necessidade de chegar a lugares sempre sonhados. Por isso, costuma não assumir riscos altos e, assim, atinge os objetivos mais facilmente. Possui tendência ao trabalho individual e se cobra muito para alcançar os resultados esperados.
  • Filiação: necessidade de ser aceito e querido pela maioria dos colegas no trabalho. Assim, possuem facilidade para atividades em grupo e se satisfazem com a realização do próximo.
  • Poder: necessidade de poder revelada em pessoas que gostam de exercer o controle e influenciar o grupo. Encaram riscos para conseguir resultados de impacto para, assim, chamar atenção. Seu principal objetivo é o prestígio.

3. A Pirâmide de Maslow

Abraham Maslow é um dos personagens mais conhecidos quando o assunto é motivação no ambiente de trabalho. Ele observou que os profissionais possuem uma pirâmide de necessidades em que na base estão as necessidades de mais intensidade enquanto o topo, as necessidades menos expressivas. Veja abaixo:

1° – Necessidades fisiológicas: se alimentar, poder dormir e descansar o suficiente, ter acesso à água e outras necessidades como estas.

2° – Necessidades de segurança: plano de saúde, casa, saúde, aposentadoria, segurança da família, emprego, escola dos filhos e outros exemplos como estes.

3° – Necessidades de relacionamento: família, amigos, namorados e etc.

4° – Necessidades de estima: pertencer ao grupo, confiança, conquista, respeito e autoestima.

5° – Necessidade de realização: criatividade, artes, status, espontaneidade, capacidade de solucionar problemas, ausência de preconceitos e outras.

A partir da pirâmide de Maslow é possível ter clareza de que entre as primeiras necessidades de um colaborador, está a questão financeira. Estes profissionais precisam ter um montante mínimo para poder arcar com as despesas mínimas de sobrevivência.

Na sequência, ele vai precisar de alguns incentivos que possam motivá-lo a ter um desempenho melhor em suas atividades, como oportunidades de carreiras, cursos ou até mesmo estabilidade profissional.

Chegando às necessidades do topo da pirâmide, o colabores querem não só participar, mas também se sentirem pertencentes à organização e seus resultados. Quem está no topo, quer estar diretamente envolvido nas estratégias da empresa e busca por status e reconhecimento.

E então, conseguiu perceber a importância da motivação no ambiente de trabalho? Tenho certeza que implementando todos esses fatores na sua empresa, seu time estará bem mais disposto a produzir e explodir com as metas de produção.

Agora que você sabe os principais conceitos sobre motivação no ambiente de trabalho, que tal saber mais sobre estratégias de vendas? 

Meu nome é Thiago Concer, o treinador de equipes comerciais mais contratado do Brasil pelo 4º ano consecutivo. Sou sócio fundador do IEV, a maior escola de vendas do país e líder do movimento #OSV – Orgulho de ser vendedor, o maior movimento de profissionalização e valorização da profissão de vendedor no país. 

Eu posso oferecer um treinamento especializado e personalizado de acordo com as necessidades da sua equipe comercial. Nós podemos trabalhar juntos, entre em contato e saiba mais. 

Fique por dentro do meu trabalho pelo Youtube, Linkedin, Instagram e Facebook ou acesse minha página de produtos de serviços e conheça as diferentes formas de se aprofundar no assunto e se tornar um expert em vendas!